IOSC - Instituto de Olhos Santa Catarina S/S
Responsabilidade Técnica IOSC
Dra. Leda das Neves Almeida Sandrin
CRM 6039 / SC / RQE 1496

Atendimento: 49 . 3323 9000
Siga-nos:

INFORMATIVOS Oftalmologia

Nova tecnologia para tratamento de Olho Seco chega ao Oeste Catarinense





Fique livre do desconforto causado pelo Olho Seco e melhore sua saúde ocular em apenas 5 minutos, com a nova tecnologia do Centro de Tratamento para Olho Seco e Ceratocone do IOSC Hospital Dia, em Chapecó (SC). 


O E-Eye (IRPL®) é o primeiro e único dispositivo de luz pulsada regulada de alta intensidade (IRPL®) no mundo, especificamente projetado para o tratamento da Síndrome do Olho Seco ligada à Disfunção das Glândulas de Meibômio (DGM). O tratamento com o E-Eye promove a solução imediata e de longa duração para Olhos Secos, “relacionados à DGM”, usando a tecnologia luz pulsada regulada de alta intensidade (IRPL®).  





O E-Eye é 100% desenvolvido e fabricado na França, pela E-Swin, a maior fabricante mundial de dispositivos de luz pulsada de alta intensidade. Presente em mais de 40 países como Alemanha, Austrália, Nova Zelândia, Espanha e França, acaba de ser aprovado pela Anvisa para o primeiro e único tratamento de DGM no Brasil.

A nova tecnologia já está disponível no Centro de Tratamento para Olho Seco e Ceratocone do IOSC Hospital Dia, sendo o único aparelho do Oeste Catarinense. 



O que é a Síndrome do Olho Seco? 

O Olho Seco também conhecido como Síndrome da Disfunção Lacrimal é uma condição crônica que ocorre quando existe a falta da produção de lágrima ou quando está alterada em algum de seus componentes.

Diferentes causas combinadas ou isoladas podem levar à Síndrome do Olho Seco. Algumas causas são agravadas pelo ambiente, como poluição, tabagismo, tempo seco, vento e ar condicionado, enquanto outras estão relacionadas a mudanças no sistema nervoso, hormonal e/ou imune de um indivíduo. Hábitos da vida moderna, como o uso de tablets, computadores e smartphones também diminuem a frequência do piscar, provocando o ressecamento dos olhos. Além disso, algumas doenças e medicamentos também podem causar olho seco.

Estudos estimam que, hoje aproximadamente 18 milhões de brasileiros experimentem algum nível ou sintoma de Olho Seco. Clique aqui e leia mais. 

 

Indicação do E-YE

O E-Eye é indicado para pacientes que possuem Olho Seco causado por baixa produção de lipídios devido à DGM, com alto nível de osmolaridade. Pacientes que sofrem de Olho Seco causado somente por disfunções aquosas terão resultados inferiores ou não se beneficiarão com o tratamento.

Benefícios do E-EYE

 
  • Solução de longa duração para Olho Seco: 18 a 36 meses;
  • Totalmente indolor;
  • Cada sessão dura entre 3 e 5 minutos;
  • Melhora na qualidade da lágrima na primeira sessão;
  • Efeito cumulativo: quanto mais sessões, mais duradouro  o resultado;
  • Melhora o conforto e adaptação para o uso de lentes de contato;
  • Permite que você use computadores e smartphones por mais tempo sem os sintomas do Olho Seco;
  • Reduz a vermelhidão dos olhos e a necessidade de colírios ou lubrificantes.


Como funciona o E-YE?

Através da aplicação de Luz Pulsada Policromática, utilizando a nova tecnologia IRPL® (Intense Regulated Pulsed Light). O E-Eye gera sequências de pulsos uniformes e perfeitamente calibrados sobre as glândulas inativas ou obstruídas do paciente. O E-Eye emite um feixe de “luz fria” que estimula e desobstrui as Glândulas Meibomianas com total segurança e conforto, de forma minimamente invasiva. Em resposta a este estímulo, as Glândulas de Meibômio voltam a funcionar, entregando lipídios e proteínas ao filme lacrimal, evitando que este se evapore.

Tratamento

Cada sessão com o E-Eye leva de 3 a 5 minutos, são minimamente invasivas, indolores e inofensivas para os olhos do paciente. Para cada sessão são aplicados 4 flashes na pálpebra inferior e 1 temporal, da extremidade interna para externa, usando a potência específica de acordo com a escala de fototipos de pele (Fitzpatrick).

Pós-tratamento

O estímulo leva as Glândulas de Meibômio à sua função normal em um curto período de tempo, aproximadamente duas horas após a sessão. A imediata expressão das glândulas pelo oftalmologista pode ser usada como tratamento auxiliar, aumentando a eficácia do tratamento.

A melhora percebida após cada sessão com o E-Eye é cumulativa e permanece por cerca de uma semana após a 1ª sessão, duas a três semanas após a 2ª sessão e seis meses após a 3ª sessão. Em casos severos, a 4ª sessão é necessária.  A cada 12 meses, uma sessão-controle deve ser realizada. O tratamento completo deve ser repetido entre 18 e 36 meses, dependendo dos sintomas e reincidência da doença.



O IOSC Hospital Dia é pioneiro no Oeste Catarinense e passa a disponibilizar esta tecnologia revolucionária. 
Agende sua consulta e procedimento. 
Clique aqui

Confira o vídeo


Fonte: IOSC - Resp. Técnica IOSC: Dra. Leda Sandrin (CRM 6039/SC /RQE 1496)







ONDE ESTAMOS
Rua São Marcos, 924, Ed. Santa Maria
Chapecó / SC
89812-211

FALE CONOSCO
49 . 3323 9000
contato@iosc-br.com

ATENDIMENTO
Segunda à sexta:
Das 07h30 às 19h
Sem intervalo de almoço